Queiroz Pereira abre conflito na "holding" dos Espírito Santo

Conflito pelo controlo da Semapa é apenas um dos palcos na guerra aberta entre Pedro Queiroz Pereira e Ricardo Salgado. Os líderes das duas famílias mais poderosas de Portugal enfrentam-se também nas "holdings" dos Espírito Santo no Luxemburgo.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "o conflito pelo controlo da Semapa é apenas um dos palcos da guerra entre Pedro Queiroz Pereira e Ricardo Salgado. Os líderes das duas famílias enfrentam-se também no Luxemburgo, onde está sediada a ES Control, sociedade controlada pela família que está no topo de todo o Grupo Espírito Santo (GES). Queiroz Pereira abriu um litígio nesta "holding", de que é também acionista e administrador"

Segundo o jornal "as relações entre as duas famílias são históricas, nos negócios e até nas relações pessoais. Manuel Queiroz Pereira e Ricardo Espírito Santo Silva cimentaram, no século XX, relações acionistas que perduram. Em resultado dessas relações, a família Queiroz Pereira é acionista da ES Control, que agrega os cinco ramos da família Espírito Santo e que, através de uma cascata de participações, permite controlar todo o GES. Ora, a família Queiroz Pereira detém um pouco mais de 7% da ES Control, sendo Pedro Queiroz Pereira administrador da empresa. Um administrador que se diz excluído do que se passa na "holding". Em causa está a acusação de opacidade. Pedro Queiroz Pereira não confia na gestão de Ricardo Salgado e apresentou já pedidos oficiais formais, que ao abrigo da lei luxemburguesa têm de ser respondidos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG