PSP tem ordem para bater nos polícias

São esperados hoje 15 mil agentes das forças de segurança em Lisboa. Manifestação vai ser vigiada ao promenor pelos Serviços Secretos. Temem-se confrontos.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "a PSP mobilizou para a manifestação de hoje das forças de segurança um efetivo policial semelhante ao dos jogos de futebol de alto risco". Segundo o jornal, "os polícias em serviço têm ordem para não deixar subir a escadaria da Assembleia da República (AR) e para deter e usar os bastões caso os manifestantes rompam o cordão de segurança. São esperados 15 mil representantes de várias forças policiais: PSP, GNR; PJ, SEF e guardas prisionais. A concentração tem início às 17.30, no Marquês do Pombal, com desfile pela rua Braamcamp, Largo do Rato, Rua de São Bento e Parlamento".

Segundo o jornal, "o forte dispositivo de segurança deverá ser composto por mil agentes da PSP, entre os quais o grupo de operações especiais e equipas cinotécnicas (com cães). Ao longo do percurso haverá também elementos dos serviços secretos e a PSP vai controlar o protesto com recurso a câmaras de vigilância". O jornal adianta ainda que "alguns manifestantes vão usar máscaras de carnaval e gorros para não serem identificados".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG