PSD e CDS querem limitar subida das rendas

As estruturas partidárias que apoiam a candidatura de Fernando Seara à Câmara de Lisboa entregaram no Parlamento um conjunto de alterações á lei das rendas. PSD garante que Governo está disponível para adaptar a lei.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "quando senhorios e inquilinos não chegarem a acordo num processo de atualização de um contrato anterior a 1990 e o arrendatário tiver mais de 65 anos ou carências financeiras, o valor máximo da renda permitido por lei deverá baixar. Além disso, as regras que permitem limitar os aumentos num prazo de cinco anos também deverão passar a prever um período de tempo mais alargado para os inquilinos que tenham mais de 75 anos. Estas são duas alterações que compõem um pacote de "melhoramentos" à lei do arrendamento urbano preparado pelo PSD e pelo CDS Lisboa. Os dois partidos, que concorrem às autárquicas em coligação liderada por Fernando Seara, entregaram ontem no Parlamento um conjunto de propostas aos grupos parlamentares da maioria PSD e CDS-PP, que depois se encarregarão de avançar com uma proposta de alteração à lei".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG