PS encosta Seguro e exige-lhe a maioria nas autárquicas

Carlos César, Santos Silva e vários candidatos socialistas não se satisfazem com o objetivo mínimo de ter apenas mais votos que o PSD nas eleições de dia 29. Elevam a fasquia exigindo que o PS tenha maior número de câmaras. E já admitem pôr em causa a liderança de Seguro.

O semanário "Sol" escreve hoje que "a oposição interna, alguns notáveis do partido e até candidatos acham curta a fasquia que António José Seguro fixou para reclamar uma vitória nas autárquicas. A sombra de uma disputa interna voltou ao partido".

Segundo o semanário, "a tese que vai vingando pode ser traduzida nas declarações de Carlos César. "A vitória que se espera é a de ter não só a maioria dos votos - o que parece fácil -, como o PS conquistar a maioria das câmaras". O ex-presidente do Governo Regional dos Açores, próximo de António Costa, acrescenta: "Uma vitória só em número de votos era o mesmo que em legislativas o PS ter mais votos que o PSD e um número inferior de deputados eleitos. Era, pelo menos, uma vitória incompleta". Já o socialista Vítor Ramalho explicita "as autárquicas não são iguais às legislativas e é óbvio que ganhar é ter a maioria das câmaras". A pesar de Seguro ser comedido quanto a resultados, tendo afirmado que "ganhar é ter mais votos", Augusto Santos Silva já avisou que isso não chega. "Se o PS ganhar Lisboa folgadamente e ganhar por poucos a eleição nacional, isso significará uma grande vitória de António Costa, comparada com uma pequena vitória de António Seguro. E isso pode reabrir a questão interna do Partido Socialista", diz.

O semanário avança ainda que "para dia 29, a oposição interna tem já uma lista de pelo menos 10 câmaras cujas eventuais derrotas serão cobradas a Seguro. É um conjunto de concelhos importantes, em que os candidatos socialistas são considerados fracos e cuja escolha direta foi de Seguro ou resultado de uma decisão das estruturas locais "que o líder não devia ter aceitado", salienta um ex-dirigente socialista".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG