Presidente da TAP diz que "pode ser positivo" atrasar venda

O Governo "tem que ter muita calma, a TAP é a TAP, tem uma grande importância par Portugal e não se pode tomar nenhuma decisão dessa importância sobre pressão", diz Fernando Pinto.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "a troika recomendou que a TAP fosse vendida até ao final de 2013 e o Governo já confirmou ser essa a sua intenção. No entanto, o CEO da transportadora aérea admite que "pode até ser positivo" atrasar a privatização da empresa, por questões de mercado. Fernando Pinto explicou que as empresas europeias começam agora a recompor-se e a indústria de aviação a apresentar sinais positivos, o que poderá beneficiar a venda da companhia aérea, se esta ocorrer mais tarde. No entanto, o gestor reiterou não saber ainda qual é a intenção do accionista. Mas sempre foi dizendo que é possível que "o processo retome durante o segundo semestre".

Segundo o jornal, "Fernando Pinto diz não saber quando é que será retomado o processo de venda. No entanto, o gestor é peremptório em dizer que o Governo "tem que ter muita calma, a TAP é a TAP, tem uma grande importância par Portugal e não se pode tomar nenhuma decisão dessa importância sobre pressão".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG