Preço do gasóleo dá renda a cinco milionários

Lei obriga à incorporação de produto nacional, o que permitiu aos cinco operadores certificados em Portugal ganharem 215 milhões de euros em 2011.

"Um decreto-lei assinado por Manuel Pinho em 2010, que obriga à incorporação de uma percentagem de biodiesel nacional no gasóleo rodoviário, custou em 2011 cerca de 215 milhões de euros aos condutores portugueses", escreve hoje o Correio da Manhã.

Os beneficiados com "esta imposição (que deverá durar até 2014) foram cinco empresários que investiram em fábricas de produção de biodiesel em Portugal. A Iberol, de João Rodrigues, e a Biovegetal, do grupo SGC, de João Pereira Coutinho, são os principais produtores, seguidos da Prio - grupo Martifer - e da Torrejana. A Sovena, do grupo Nutriinveste, também tem fábrica certificada de biodiesel", indica o jornal.

O diário cita um relatório da Autoridade da Concorrência em que se refere que "a incorporação de biodiesel no gasóleo rodoviário terá encarecido o preço médio em cerca de 3,7 cêntimos por litro, em média, nos nove primeiros meses de 2011". Segundo o jornal, esta entidade irá analisar a questão em breve.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG