Portugueses gastam mais com a alimentação

Os portugueses consumiram menos no primeiro semestre, mas as despesas com a alimentação aumentaram.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que segundo os dados revelados pelo barómetro da APED (Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição), as vendas no segmento alimentar, cresceram 2,1%, totalizando 5 mil milhões de euros. O crescimento foi comum a todas as categorias de produtos, com as mercearias a crescer 1,3 pontos percentuais, para uma quota de 17,5%. O setor alimentar tem demonstrado uma resiliência grande", diz Ana Isabel Trigo Morais, justificando o facto com a "transferência do consumo fora de casa para dentro de casa, levando o retalho a desenvolver novas categorias de produtos".

Segundo Paulo Caldeira, diretor de negócios da Kantar Portugal, "os portugues estão a fazer mais refeições em casa e no emprego, deixando de ir ao restaurante. Em Portugal comia-se muito fora de casa, mas com a crise as pessoas tiveram de fazer opções até porque é a despesa mais difícil de cortar".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG