Portugal pode perder um milhão de habitantes

O semanário "Expresso" escreve que a população portuguesa poderá cair de 10,6 para 9,6 milhões de pessoas em 2030, se as políticas e os comportamentos demográficos atuais não mudarem, conclui um estudo sobre cenários demográficos da Fundação Francisco Manuel dos Santos que será divulgado na próxima semana.

A população portuguesa vai começar a encolher nos próximos 20 anos, mesmo que as políticas de apoio à família e o comportamento das mulheres em idade fértil consigam a proeza de aumentar os níveis de fecundidade dos atuais 1,37 para dois filhos por mulher, isto é, o limiar da substituição de gerações.

Maria João Valente Rosa e Maria Filomena Mendes, demógrafas da Fundação Francisco Manuel dos Santos, construíram três cenários demográficos para Portugal até 2030 - pessimista ( ou conservador), realista (ou moderado) e otimista. E no primeiro, em que as tendências atuais em termos de fecundidade se mantêm nos próximos 20 anos, Portugal poderá perder um milhão de habitantes, quase tantos como os que saíram do país durante a grande vaga de emigração de 1960-1970 (1,3 milhões).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG