Portugal muda de opinião e apoia uso de fosfatos no bacalhau

Portugal contestou, fez adiar a votação, mas no fim apoiou a aprovação da utilização de fosfatos no bacalhau, noticia hoje o Jornal de Notícias. Medida que a Associação dos Industriais do Bacalhau considera "uma certidão de óbito para as empresas portuguesas de transformação de bacalhau".

A medida, que entra em vigor no dia 1 de janeiro de 2014, foi discutida e aprovada na última segunda-feira, em Bruxelas, na reunião do Comité Permanente da Cadeia Alimentar e Saúde Animal.

Portugal, que foi desde sempre um adversário desta medida, por considerá-la uma ameaça à salga tradicional e à saúde do consumidor, votou favoravelmente, escreve hoje o Jornal de Notícias.

Apenas os representantes de França e Croácia votaram contra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG