Portugal é o terceiro país mais pobre da zona euro

Riqueza per capita é de apenas 76% da média europeia em 2012 e só em dois anos a queda foi de 6%. Atrás de Portugal só a Grécia e a Estónia.

O "Jornal i" escreve hoje que "o empobrecimento aí está, preto no branco, confirmado tanto pelo Eurostat como pelo INE em relação a 2012. Bem pode o FMI, pela voz do seu representante na troika, Lall Subir, garantir que o FMI não quer baixar ainda mais os salários do sector privado que a realidade mostra que já baixaram de forma significativa em resultado do brutal desemprego e da enorme carga fiscal. Os números serão por certo piores em 2014, com os anunciados cortes nos pensionistas do Estado e nos salários da Função Pública, aliados à manutenção da enorme carga fiscal, é natural que o empobrecimento seja ainda mais acentuado".

Segundo escreve o jornal, "Eis a realidade. Em Portugal, a riqueza per capita é de apenas 76% da média europeia, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, divulgados ontem. A queda registada foi de 1,4% comparativamente ao valor registado no ano anterior. Os dados do INE mostram que os portugueses continuam a perder poder de compra e que Portugal é o terceiro país mais pobre da zona euro, com uma quebra do poder de compra de quase 6% em apenas dois anos. De acordo com o INE, o PIB per capita português fixou-se em pouco mais de 15 600 euros em 2012. O país mais rico da Europa continua a ser o Luxemburgo. Portugal está na antepenúltima posição, apenas à frente da Grécia e da Estónia".

Exclusivos