Poiares Maduro enfrenta resistência interna

A ideia de fazer encontros diários com os jornalistas foi recebida com muitas reservas no Governo. Poiares Maduro não recuou, quer obrigar a coordenação. Na reunião de sábado, identificou erros dos primeiros anos e apelou à antecipação.

O Semanário "Sol" escreve hoje que "Miguel Poiares Maduro teve a sua primeira prova de fogo no último Conselho de Ministros, reunido no sábado passado, em Alcobaça. Na manga, o homem que substituiu Miguel Relvas na coordenação política do Governo levava uma nova estratégia para a segunda metade da legislatura. Uma das ideias, porém, mereceu dúvidas, reparos e pedidos de acerto de vários colegas de Governo: a realização de encontros diários com a imprensa, de forma a ajudar a passar a mensagem do Governo numa altura em que o cerco político se aperta ao limite".

Segundo o semanário, "a ideia do briefing já estava nos jornais de sábado e era para avançar logo na segunda-feira. A discussão interna levou a que o ministro a adiasse por uma semana, para afinar o modelo e tentar eliminar os obstáculos internos".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG