Pensões de mil euros têm corte mensal de 35 euros

Governo aprovou ontem um alargamento dos cortes nas pensões a mais de 400 mil pessoas e a subida dos descontos para a ADSE. Medidas penalizam, sobretudo, os pensionistas que recebem pouco acima de mil euros.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "o Governo aprovou ontem o seu plano B: a Contribuição Extraordinária de Solidariedade è alardada às pensões entre 1.000 e 1.350 euros e agravada para as que superam os 4.611 euros brutos. Uma pensão de mil euros da Segurança Social terá um corte mensal de 35 euros. Para os reformados do Estado, a redução é de 45 euros por força do aumento dos descontos para a ADSE. Funcionários perdem 1% do salário".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG