Novo IRS trama pequenos senhorios

Muitos senhorios com rendimentos modestos caíram numa "armadilha", dizem os fiscalistas. Por não terem solicitado ao Fisco uma declaração, estão agora sujeitos a uma taxa de 28%, superior ao que pagavam antes.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "maio é o mês dos senhorios entregarem a sua declaração de IRS mas, este ano, muitos deles estão a apanhar valentes sustos. Para pagarem o mesmo IRS que até aqui e escaparem à taxa de 28% entretanto criada, precisam de uma declaração do banco a indicar o IRS que pagaram sobre os juros dos depósitos. Só que esta não é uma declaração qualquer: tem mesmo de ter sido passada até 31 de janeiro, caso contrário, as Finanças não a aceitam. Como o prazo já terminou, os senhorios enfrentam um disparo na sua fatura fiscal do qual só agora se estão a aperceber. Fiscalistas e contabilistas falam em "armadilhas" e regras obsoletas, enquanto o Governo diz que a Lei é conhecida desde 2013".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG