Novas pensões da CGA vão levar corte de 8%

É o impacto da alteração nas pensões finais qe forem atribuídas em 2014.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "a alteração à fórmula de cálculo das pensões da Caixa Geral de Aposentações (CGA) vai implicar, por si só, um corte transversal de 7,8% nas pensões atribuídas este ano, depois da entrada em vigor da lei da convergência".

Segundo o jornal, "as futuras pensões de cerca de mil euros, tal como as antigas, serão ainda sujeitas à nova CES, que será hoje aprovada. A ADSE paga por pensionistas do Estado e funcionários pode subir um ponto, para 3,5%".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG