Níveis altos de poluição tornam banhos no Douro perigosos

Rio contaminado por causa da agricultura espanhola, esgotos portugueses e turismo fluvial.

O "Jornal de Notícias" escreve que é um aviso que continua a cair em saco roto: "O rio Douro não é bom para banhos". Pretence ao hidrobiólogo Adriano Bordalo e Sá, que deita as culpas á poluição das águas. A pior situação verifica-se junto ao estuário, mas no interior o cenário também é mau.

O investigador do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, da Universidade do Porto, realça que temos 53% da península Ibérica a drenar para o território português através do rio Douro. A poluição tem como origem a agricultura espanhola e os esgotos urbanos portugueses. Para agravar estes últimos juntam-se-lhes a navegação fluvial, nomeadamente a turística, já que muitos barcos não têm hipótese de armazenar as águas residuais, lançando-as à água.

Exclusivos