Ninguém quer ser responsável pela ponte Maria Pia

A histórica ponte que serviu os comboios entre as margens do Porto e Gaia durante 114 anos encerrou em 1991. A Refer já tentou livrar-se da sua manutenção e as autarquias não a querem.

O "Jornal de Notícias" escreve que a ponte D. Maria Pia, que serviu os comboios entre as margens do Porto e Gaia durante 114 anos, está ao abandono. Não tem uso há duas décadas e a sua eventual reutilização é uma incógnita.

Dos vários projectos que foram sendo apontados para a travessia nenhum foi concretizado. Depois de desactivada, a ponte projectada pelo francês Théophile Seyring e inaugurada em 1877 só foi resgatada do marasmo quando, em 2009, foi pintada. Desde então nunca mais teve vida e as suas extremidades estão encerradas com grades e os carris enferrujados revelam que por ali nada acontece há muito tempo. É a Refer, proprietária da ponte, que deve zelar pela sua manutenção, mas já tentou livrar-se dessa tarefa, entregando-a às câmaras de Porto e Gaia. As autarquias rejeitaram

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG