Morreu motociclista que Rui Rio tentou salvar

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio, tentou ontem em vão, salvar um motociclista que teve um acidente à sua frente, em Viana do Castelo. O jovem condutor ia almoçar com um grupo de amigos perto do local onde morreu.

Um homem de 25 anos morreu, ontem, após um despiste da motorizada de alta cilindrada em que seguia, em Vila Nova de Anha, Viana do Castelo, disse fonte da GNR ao "Jornal de Notícias". O presidenta da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio, seguia numa viatura a poucos metros do jovem e tentou prestar os primeiros socorros ao sinistrado e regularizar o trânsito.

"Ele ultrapassou-me e ficou entre o meu carro e uma carrinha. Depois, algo se passou, ou com o piso ou com a mota, pois perdeu o controlo", recordou Aníbal Vidal que assistiu a tudo. "Ele ainda tocou na carrinha e depois despistou-se tendo batido contra um poste de electricidade", completou a testemunha.

Poucos metros atrás, seguia Rui Rio, que, segundo várias testemunhas foi "uma das pessoas que pararam e deram assistia". Aníbal Vidal confirma: Estava com a mulher e foi ele que telefonou imediatamente para o INEM e ajudou a controlar o trânsito, inclusivamente tento ainda tentado perceber se podia fazer alguma coisa ao rapaz".

O sinistro deu-se cerca das 11:45, na EN 13-3, que liga Viana do Castelo a Castelo de Neiva. A vítima, Bruno Alves, foi transportada para o hospital de Viana do Castelo, mas acabaria por morrer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG