Moreira defende aliança Porto-Lisboa contra centralismo

O modelo centralizado da administração do país não funciona e um dia terá de mudar, dizem responsáveis do Norte.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "o centralismo é mau, não funciona e, para o mudar, o Porto tem de ultrapassar a "Portofobia" existente na capital do Norte e criar alianças, sobretudo com Lisboa, "profundamente oprimida pelo centralismo", acredita Rui Moreiram, autarca do Porto. Para Emídio Gomes, presidente da CGDR-N, a organização do país "não serve, é de muito má qualidade e terá de ser corrigida", apesar de Passos Coelho (cuja integridade louva) não ser "muito sensível" ao assunto. Os responsáveis falavam num debate integrado no Curso Livre de Estudos do Porto e organizado ontem à noite pelo professor universitário Rio Fernandes. Mais radical nas suas posições, o docente lembrou que vivem tantas pessoas entre Aveiro e Braga como entre Leiria e Setúbal. "O país tem de ser pensado como tendo duas polaridades" e não organizar-se de forma centralizada, que classificou de "vício terrível", promotor de "uma enorme ineficiência".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG