Ministro da Economia ameaça demitir-se

Álvaro Santos Pereira não gostou de ser desautorizado por Vítor Gaspar na gestão do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN). O abandono do Governo poderá ocorrer já nos próximos dias.

Segundo o jornal I, a ameaça de demissão aconteceu no Conselho de Ministros de quinta-feira, no qual foi discutido o esvaziamento dos poderes de Álvaro Santos Pereira na gestão do QREN. A saída do ministro da Economia pode acontecer ainda antes do congresso do PSD, agendado para o final deste mês.

Quando Vítor Gaspar, ministro das Finanças, apresentou no Conselho de Ministros uma proposta de resolução para suspender durante 30 dias as candidaturas ao QREN, proposta essa que inclui a entrega de supervisão sobra a gestão dos fundos às Finanças, instalou-se a polémica. O I afirma que a maioria dos ministros não gostou de ver desautorizado Álvaro Santos Pereira.

Passos Coelho não esteve presente, mas Paulo Portas, que representou o primeiro-ministro, defendeu Vítor Gaspar. Já Miguel Relvas "braço direito" de Passos Coelho, foi contra a ideia do ministro das Finanças.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG