Médicos são os profissionais que lavam menos as mãos

Campanha vai passar a ser feita de dois em dois meses para aumentar eficácia na luta contra as infeções.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "os médicos continuam a ser a categoria profissional nas instituições de saúde que lava menos as mãos e que menos participa nas ações de formação para a importância deste gesto, reconhecido pela Organização Mundial de Saúde como essencial para a prevenção de infeções e combate às resistências aos antimicrobios. O Último relatório da Campanha Nacional de Higiene das Mãos, relativo a 212, mostra que a taxa de adesão dos médicos observada foi de 55%, contra 77% nos enfermeiros e 63% nos assistentes operacionais. Dos 27.281 profissionais que participaram em ações de formação em 2012, só 3.131 foram médicos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG