Matou os dois irmãos e herdou a fortuna

Arnaldo Ferreira matou os seus dois irmão devido a uma guerra pela herança dos pais; já na prisão, ganhou milhões de euros.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "Arnaldo Ferreira matou os dois irmão devido a uma guerra pela herança dos pais. Estavam em causa milhões de euros em imóveis na Foz do Porto. O professor, de 59 anos, foi preso em 2008 e condenado a 14 anos de prisão, mas atingiu o seu objetivo: ficou milionário, após ter herdado metade da fortuna dos irmãos que matou. Tal aconteceu porque ninguém pediu que fosse declarada a sua indignidade na sucessão da herança".

Segundo o jornal, "este procedimento previsto na lei permite que, precisamente nos casos de crime, as vítimas ou os seus familiares possam impedir que os agressores continuem a ter direito às heranças. As duas filhas de Manuel, a única das vítimas que tinha descendentes, não o fizeram. O procurador que geriu o processo da herança não era o mesmo do processo-crime, pelo que desconhecia as circusntâncias da tragédia".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG