Mário Lino acusado de mentir à justiça

Ministério Público não têm dúvidas de que o ex-ministro mentiu sobre contatos com Manuel Godinho, sucateiro de Ovar arguido no processo 'Face Oculta'.

O "Correio da Manhã" escreve na sua edição de hoje que "o ex-ministro das Obras Públicas do primeiro Governo de José Sócrates, Mário Lino, foi formalmente acusado por falsidade de testemunho, no âmbito do processo 'Face Oculta', e arrisca cinco anos de cadeia. Segundo o despacho de acusação, o ex-governante - que foi ouvido em inquérito, instrução e julgamento - prestou depoimentos com discrepâncias e absolutamente contraditórios quanto às datas e conteúdos dos contatos que manteve com Manuel Godinho, principal arguido no processo, assim como quanto ao número de vezes que falou com Luís Pardal, então presidente da REFER, para lhe dar conta das queixas do sucaterio de Ovar, que se sentia prejudicado pela empresa nos concursos públicos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG