Mais ricos valem 10% do PIB

Os três portugueses mais ricos - Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo - valem cerca de 7 mil milhões de euros.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "o património dos três mais ricos do País (Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo), que ronda os 7 mil milhões de euros, representa 42,6% do valor total dos 25 mais ricos. São uma espécie de super-ricos, e também os acionistas de empresas muito empregadoras, nomeadamente de distribuição - Sonae Distribuição e Jerónimo MArtins Distribuição. O valor do património dos 25 mais ricos é de 16 452,8 milhões, o que representa 10,6% do PIB de 2012, a preços constantes, que foi de 155 076,803 milhões. O mais significativo é que grande parte deste património se traduz em empresas produtivas, sendo mais escassas as fortunas que assentam em participações financeiras, numa espécie de rentismo bolsista".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG