Mãe esconde feto em vinha

O Tribunal de Santa Comba Dão condenou ontem Carolina Henriques, de 37 anos, a uma pena suspensa de seis meses de prisão pelo crime de profanação de cadáver, por ter ocultado o feto de um filho numa vinha.

Segundo o "Correio da Manhã", o caso remonta a Abril do ano passado, quando o feto desmembrado por animais foi encontrado numa vinha de Pinheiro de Ázere, junto à sua habitação, em Santa Comba Dão. A descoberta macabra revoltou a população que ficou "em estado de choque".

O tribunal considerou provado que a mulher é a mãe do feto, mas não conseguiu apurar se nasceu vivo. A condenada não mostrou arrependimento e apresentou "uma personalidade marcadamente individualista". "É chocante para a comunidade em geral que uma mãe proceda desta forma em relação ao cadáver de um filho", disse a juíza.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG