Mãe de Rui Pedro acusa PJ de assédio

O caso Rui Pedro voltou à ribalta porque o Ministério Público acusou finalmente a pessoa de quem sempre se suspeitou. A mãe, que lembra as chantagens sofridas e o pesadelo em que vive, diz que o filho não foi a única vítima.

Hoje o jornal "Sol" dá grande destaque à história do desaparecimento de Rui Pedro. A mãe, Filomena Teixeira tinha apenas 36 anos quando uma dor violenta a paralisou para a vida. Roubaram-lhe o filho e, na busca dele, a sua alma vagueou, quase se perdeu. E nem a recente acusação do Ministério Público consegue arrancá-la, por hora, do inferno para que a lançaram.

Filomena Teixeira afirma que houve um elemento da PJ que a tentou "aliciar sexualmente" e que até houve quem a acusasse de vender o próprio filho. Esta mulher passou e continua a passar por muito, mas o seu objectivo continua a ser encontrar Rui Pedro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG