João Salgueiro apela à união dos reformados contra governo

Segundo o jornal i o antigo presidente da Associação de Bancos afirma que os atingidos pelos cortes das reformas devem apelar aos tribunais internacionais. Economista diz que o Estado está a quebrar contratos que firmou com portugueses.

Escreve hoje o jornal i que João Salgueiro defende que, se a sociedade civil não desencadear um processo vencedor em termos de competitividade, Portugal não tem saída para a crise. Mais.

Também diz que é contraditório o Estado estar a quebrar contratos que firmou com os portugueses, como é o caso dos pensionistas, e em simultâneo tentar contratualizar investimento produtivo cá e no estrangeiro. E apela à união de todos os que se sentem lesados para lutarem pelos seus direitos, com recurso aos tribunais internacionais se tal se mostrar necessário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG