IVA de caixa: cobranças em atraso têm moratória

Empresas não terão de autorizar o levantamento do digilo bancário. Permanência é obrigatória por dois anos.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "as empresas com faturação anual inferior a 500 mil euros poderão passar a pagar o IVA só quando receberem dos seus clientes, com o limite máximo de espera de um ano. Passado este prazo terão de liquidar o imposto. A medida anunciada esta quinta-feira entra em vigor em outubro e exige também que a empresa só reduza o IVA suportado depois de ter pago aos seus fornecedores. Quem aderir tem de ficar dois anos no regime".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG