Irlanda pode deixar assistência e abrir caminho a Portugal

O Governo irlandês conta com a ajuda da zona euro para a resolução dos problemas provocados pelos bancos.

Depois de se ter visto forçada a pedir um programa de assistência financeira da zona euro e do FMI, humilhação suprema num país que passou 200 anos a lutar contra o domínio britânico, a Irlanda está a dar tudo por tudo para se libertar até ao fim do ano dos constrangimentos da ajuda externa.

Se a coligação governamental entre conservadores e trabalhistas ganhar a aposta, a Irlanda será o primeiro país sobre assistência externa a sair do programa de ajustamento económico e financeiro que acompanha a ajuda de 67 mil milhões de euros, abrindo caminho para Portugal tentar fazer o mesmo algures em 2014, conta o "Público".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG