Ricardo Salgado esqueceu-se de declarar 8,5 milhões

Antes de depor na Operação Monte Branco, o presidente do BES fez três retificações fiscais entre junho e dezembro que o obrigaram a pagar mais 4,3 milhões de euros de IRS por rendimentos de capitais e de trabalho no estrangeiro.

O presidente-executivo do Banco Espírito Santo deslocou-se ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal no passado dia 18 de dezembro para prestar depoimento na investigação em que estão sob escrutínio os crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.

Onze dias antes, Ricardo Salgado liquidou a última de três retificações de IRS realizadas fora de prazo, num total de 4,3 milhões de euros de IRS pagos a mais face à coleta inicial de maio, conta o jornal "i" na sua edição de hoje.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Notícias
Pub
Pub