Privatização da TAP em risco com exigências do Governo

O Executivo reforçou as exigências junto do único candidato à privatização da TAP: Efromocivh. Além do sinal o Governo quer garantir 100% do valor proposto. O negócio está em risco.

A privatização da TAP está a ser ameaçada pelas elevadas exigências do Estado a Efromovih. Em causa estão as garantias bancárias solicitadas ao empresário sobre 100% do preço total oferecido, que se soma à entrega do sinal por parte do grupo Synergy Aerospace, notícia o Diário Económico.

Estas exigências tornam-se difíceis para Efromovich garantir esse compromisso junto da banca internacional num curto espaço de tempo, avolumando-se assim os obstáculos, devido ao passivo da TAP (1,2 mil milhões de euros) e ao risco de Portugal, que dificultam a sua concessão.

As garantias bancárias exigidas incidem sobe a totalidade da oferta do dono da Synergy, inferior a 500 milhões de euros, e contempla a aquisição de 95% do capital bem como a entrada de dinheiro no aumento de capital da companhia, diz o Diário Económico.