Portas adjudicou 344 milhões já demitido

Negócio dos Pandur foi assinado por Governo de gestão. O despacho com o nome do vencedor do concurso foi assinado depois de Jorge Sampaio demitir o Executivo.

A adjudicação da compra dos blindados Pandur à empresa austríaca STeyr, em 2004, aconteceu seis dias depois de Jorge Sampaio ter feito saber que ia dissolver o Parlamento. Portugal comprometia-se a gastar 344 milhões de euros na compra de 260 viaturas para o Exército e Marinha., segundo o Correio da Manhã. O contrato foi denunciado no final de 2012 pelo ministro da Defesa, José Pedro Aguiar Branco.