Paulo Portas pagou 30 milhões a mais pelos submarinos

Os alemães reduziram a qualidade dos submarinos, mas o preço inicial manteve-se. O ex-ministro da Defesa aprovou o negócio.

A edição do "Jornal de Notícias" de hoje avança que os submarinos propostos no concurso eram melhores do que os previstos no contrato de aquisição, mas que o preço se manteve, com aprovação de Paulo Portas, então ministro da Defesa.

A informação consta, segundo o jornal, de um documento de 29 de Abril de 2004 assinado pelo líder do Grupo de Projectos dos Novos Submarinos (GPSS), capitão-de-mar-e-guerra Rui Rapaz Lérias: "O preço dos dois submarinos (712 milhões de euros) não sofreu qualquer alteração relativamente ao seu valor de adjudicação, embora (...) a configuração dos submarinos tenha sido degradada"

Paulo Portas prometeu reagir à notícia na terça ou quarta-feira.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Notícias
Pub
Pub