Oliveira e Costa declara falência mas ganha 14 milhões

José Oliveira e Costa está a beira da falência. Perante a multa de 950 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal ao ex-líder do BPN, no âmbito do inquérito ao banco, o ex-banqueiro informou que está a caminho da insolvência.

No entanto, de novembro de 2003 a agosto de 2005, Oliveira e Costa comprou acções da SLN GPS a um euro e vendeu-as a 2,8 euros, e obteve mais-valias superiores a 14,1 milhões de euros, de acordo com dados dos autos do "caso BPN", diz o Correio da Manhã.

Em defesa da sua alegada fragilidade financeira, Oliveira e Costa explicou ao Banco de Portugal que tem os bens penhorados no âmbito de um processo de indemnização cível interposto pelo BPN.

Ler mais

Exclusivos