Novos pensionistas do Estado duplamente penalizados

Os futuros pensionistas da Caixa Geral de Aposentações vão ter regras mais graves na formação da pensão. Quem ganhar mais de mil euros verá ser-lhe aplicada ainda a CES.

O "jornal i" escreve hoje que "a Assembleia da República vai hoje discutir o Orçamento Rectificativo e as novas regras para a formação do valor das pensões na Caixa Geral de Aposentações (CGA). No cruzamento dos dois diplomas, quem vai sair prejudicado serão os atuais funcionários públicos que peçam a reforma a partir do momento em que os dois diplomas entrem em vigor".

Segundo o jornal, "na prática, os novos pensionistas da CGA terão regras mais penalizadoras na formação das pensões (por causa da aproximação às regras da Segurança Social) e, quem ficar com pensões acima de mil euros verá ser-lhe aplicada ainda a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES), mas agravada. Tudo porque na proposta de Orçamento Rectificativo é revogada a norma que suavizava a dupla penalização".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...