Multiópticas no topo da lista de fraudes com crianças

O jornal i publica hoje que existem rastreios falsos aos olhos e que a multiópticas está no topo da lista das fraudes oftalmológicas. A óptica defende-se e diz que "notoriedade da marca leva à confusão com marcas concorrentes"

Conta a edição de hoje do jornal i que as carrinhas de marcas de ópticas que fazem rastreios nas escolas nem sempre têm profissionais especializados e em alguns casos já terão provocado problemas de visão a crianças.

A acusação é do director do serviço de oftalmologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, Joaquim Murta.

O especialista contou ao jornal i que já recebeu várias crianças no seu consultório com problemas de visão agravados devido a óculos impróprios para os seus problemas.

Quando questionado sobre as marcas que fazem este tipo de abordagens aos mais novos, Joaquim Murta não tem papas na língua e acusa o Grupo Óptico das Beiras e a Multiópticas, realçando que, especialmente a última, o faz "imensas vezes" principalmente na zona da Beira Interior.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Notícias
Pub
Pub