Justiça já ouviu todos os responsáveis das PPP

Os principais responsáveis e ministros dos governos de Sócrates envolvidos no negócio das parcerias público-privadas já foram interrogados, no âmbito do inquérito-crime que está a decorrer no Ministério Público.

Segundo apurou o "Sol", prestaram declarações no Departamento de Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), os ex-ministros Teixeira dos Santos (Finanças, Mário Lino e António Mendonça (Obras Públicas), os ex-secretários de Estado Calos Costa Pina (Tesouro), Paulo Campos (Obras Públicas), Almerindo Marques (ex-presidente da Estradas de Portugal) e Ana Tomaz (ex-administradora desta última empresa).

Todos foram alvos de buscas, nas suas casas e nos seus locais de trabalho, no final do ano passado.

Os crimes em investigação são participação económica em negócios e administração danosa.

Exclusivos