Jesus recupera 800 mil euros do BPP

O treinador do Benfica tinha um milhão quando o banco faliu. Setenta por cento dos clientes conseguiram reaver poupanças.

Os clientes que aderiram ao Fundo Especial de Investimento (FEI), criado para gerir os ativos dos produtos de retorno absoluto do Banco Privado Português já conseguiram recuperar parte das suas poupanças e, em alguns casos, já estão a obter mais-valias.

Jorge Jesus era um dos clientes do banco, que faliu em 2010. Já recuperou 800 mil euros. O técnico votou contra a extensão do fundo por mais dois anos na assembleia de participantes, no dia 15 de outubro. Sairá do fundo e receberá, entreo FEI e o Sistema e Indemnização aos Investidores, cerca de 800 mil euros, isto é, cerca de 80% das poupanças aplicadas no banco, que lhe serão pagas em março de 2014, altura em que se formaliza a saída, segundo o "Correio da Manhã".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.