Impala condenada a pagar 100 mil euros a Sousa Tavares

Revista Focus citou autores de blogue que acusavam o escritor de ter plagiado partes do best-seller "Equador".

O "Público" escreve que o Tribunal Constitucional (TC) confirmou a decisão de não tomar conhecimento do objeto do recurso interposto pela empresa Impala no caso em que esta é condenada a pagar 100 mil euros ao escritor Miguel Sousa Tavares, na sequência de um processo em que este acusa os responsáveis da revista Focus de ofensa à sua honra, reputação e imagem.

O caso tem seis anos e relaciona-se com a publicação, pela Focus, do artigo "Esta noite o Equador", em que citava os autores de um blogue que garantiam que o livro "Equador", de Sousa Tavares, continha partes plagiadas do livro "Esta Noite a Liberdade" (1975), de Dominique Lapierre e Larry Collins.

Miguel Sousa tavares processou-os e, em abril de 2010, o dono do grupo Impala, o diretor da Focus e um dos seus jornalistas foram condenados a pagar 100 mil euros ao escritor, decisão da qual recorreram mas que foi agora de novo confirmada pelo TC.

Ler mais

Exclusivos