Governo cria entidade que escolhe gestores da RTP

Nova entidade deve entrar em funções em 2014, coabitando com Alberto da Ponte até ao fim do mandato. RTP Informação passa para a TDT, com desporto e "janelas" regionais. RTP2 será canal só de cultura.

O jornal "Público" escreve "a escolha dos futuros administradores da RTP passará a ser feita por concurso público, e os candidatos serão selecionados pela entidade independente que o ministro da tutela quer criar. Esta nova entidade de supervisão do serviço público de rádio e televisão será sempre nomeada pelo Governo e Miguel Poiares Maduro quer que tenha uma natureza parecida com a do comité que supervisiona a britânica BBC".

O jornal apurou que "a entidade deverá assumir funções já em 2014, coabitando com o conselho de Administração liderado por Alberto da Ponte, que o Governo quer que permaneça até ao final do seu mandato, que termina em 2015".

Ler mais

Exclusivos