Governo cria empresa pública à revelia da Troika

Instituto foi convertido em empresa pública, apesar de a Troika proibir a criação de novas entidades no Sector Empresarial do Estado. Remuneração do conselho diretivo sobe para nível do primeiro-ministro.

Embora o memorando da Troika diga que não serão criadas quaisquer empresas públicas, na quarta-feira o Governo converteu o Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) em empresa do Estado, segundo o Público.

O Ministério das Finanças argumenta que se tratou apenas de uma "transformação". O novo presidente, João Moreira Rato, passa a receber um salário igual ao do primeiro-ministro.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?