Dinheiro das reformas esgota em 2040

Entre 2030 e 2035 as receitas serão insuficientes para pagar as despesas com pensões. Já a verba do Fundo de Estabilização dura apenas até 2040.

O "Correio da Manhã" escreve que a Segurança Social só terá dinheiro para pagar as pensões até 2040. Ao contrário das projecções de anos anteriores, a proposta do Orçamento do Estado para 2012 deixa claro que, entre 2030 e 2035, as receitas da Segurança Social serão insuficientes para financiar as reformas dos portugueses.

"Com a previsão do primeiro saldo negativo do subsistema previdencial a ocorrer entre 2030 e 2035, os rendimentos e as mais-valias geradas pelo fundo (FEFSS) deverão permitir que até 2040 o valor do FEFSS seja suficiente para garantir, anulamente, o pagamento das despesas totais de pensões do regime contributivo".

Ler mais

Exclusivos