Diabéticos perdem em média sete anos de vida

As pessoas com diabetes perdem, em média sete anos de vida, tendo em conta as mortes antes dos 70 anos em Portugal. Este é um dos dados que vai ser revelado, hoje, na apresentação do relatório Factos e Números da Diabetes e que mostra que não se está a conseguir travar o avanço da epidemia.

Em 2011 foram detetados 652 novos casos de diabetes por casa 100 mil habitantes (contra 623 casos por 100 mil em 2010 e 377 por 100 mil no ano 2000) e a prevalência da doença passou de 12,4% para 12,7% na população entre os 20 e os 79 anos de 2010 para 2011. De acordo com uma informação ontem divulgada pelo Observatório, o número de pessoas com diabetes ultrapassou um milhão em 2011, sendo que 44% dos doentes ainda não estão diagnosticados.

De acordo com a edição de hoje do "Jornal de Notícias", outro dado preocupante é o aumento da incidência da diabetes tipo 1 nas crianças e jovens. Em 2011 registaram-se mais de três mil casos em jovens até aos 19 anos e foram detetados 16,3 novos casos por cada 100 mil jovens até aos 14 anos, valor bastante superior ao registado em 2002 (10,9). Também a prevalência de diabetes gestacional tem vindo a aumentar nos últimos anos, tendo sido de 4,9% entre a população que utilizou o Serviço Nacional de Saúde em 2011.

Ler mais

Exclusivos