Descontos já não dão para as reformas

As contribuições dos trabalhadores e das empresas para a Segurança Social já não chegam para pagar as pensões dos reformados.

De acordo com o "Correio da Manhã", em junho, segundo a execução orçamental divulgada na segunda-feira, a despesa com as reformas ultrapassou em oito milhões de euros a receita acumuladas com os descontos de empregados e empresas.

Ler mais

Exclusivos