Crimes sexuais vitimam cinco menores por dia

Na maioria dos casos de abuso sexual de crianças os agressores são familiares ou conhecidos, segundo as estatísticas da Polícia Judiciária.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "as autoridades abriram 1800 inquéritos contra crimes sexuais contra menores em 2012. Desde 2005, a Polícia Judiciária deteve 1121 agressores. Os dados, da Unidade de Informação de Investigação Criminal da PJ, foram divulgados num seminário sobre criminalidade sexual organizado pela Escola daquela Polícia e que juntou académicos, investigadores, magistrados e representantes de comissões e associações. O número de casos tem-se mantido estável ao longo dos anos, apesar de cada vez haver mais respostas, quer ao combate, quer ao apoio às vítimas".

Segundo o jornal, "o estudo apresentado aponta para que o abuso sexual de crianças é feito por 94,8% de homens dos 31 aos 40 anos. Nas violações de menores e atos sexuais com adolescentes, são, respetivamente, 98 e 95,8%, ambos entre os 21 e os 30 anos. No abuso sexual de crianças, em 44% dos casos, agressor e vítima são familiares, 22% são conhecidos e 34% outros relacionamentos. Nas violações com menores, 46% são outros relacionamentos".

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Notícias
Pub
Pub