Cotadas exportam um terço dos dividendos

A China é o principal destino da remuneração accionista das empresas do PSI-20, à frente de países como a Espanha e os EUA. A EDP éa que envia mais dinheiro para o exterior: metade do total dos seus dividendos.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "as maiores empresas da bolsa portuguesa vão entregar mais de 1,7 mil milhões de euros em dividendos aos accionistas. Deste total, mais de um terço vai para o estrangeiro, refletindo o crescente peso de investidores internacionais no mercado accionista nacional. A China será o principal destino de parte dos lucros obtidos pelas cotadas do PSI-20".

Segundo o jornal, "a China Three Gorges recebe, sozinha, 144 milhões de euros da EDP, a família Sorares dos Santos recolhe a maior "fatia" da remuneração accionista destinada a grandes investidores nacionais. No total a "holding" que controla as cadeias Pingo Doce e Biedronka encaixou 104,2 milhões de euros em dividendos distribuídos pela Jerónimo Martins. Angola é o quinto principal destino dos dividendos das cotadas portuguesas. No total, vão "emigrar" para este país mais de 28 milhões de euros. A maioria deste montante será encaixado por Isabel dos Santos que detém posições no capital da Zon Multimédia e da Galp Energia".

Ler mais

Exclusivos