Camacho demitido do Osasuna

José Antonio Camacho estava há três épocas no clube de Pamplona

José António Camacho foi hoje demitido de treinador do Club Atlético Osasuna, equipa de futebol de Pamplona, em Navarra, que liderava há três épocas.

Camacho, que foi duas vezes treinador do Benfica, em 2002-2204 e 2007-2008, será agora substituído por José Luis Mendilíbar, segundo o site da Marca, que cita um telex da agência noticiosa EFE."Estou triste porque não me deixam trabalhar", disse Camacho, numa declaração de despedida feita à imprensa em Pamplona.
Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

O populismo entre nós

O sucesso eleitoral de movimentos e líderes populistas conservadores um pouco por todo o mundo (EUA, Brasil, Filipinas, Turquia, Itália, França, Alemanha, etc.) suscita apreensão nos países que ainda não foram contagiados pelo vírus. Em Portugal vários grupúsculos e pequenos líderes tentam aproveitar o ar dos tempos, aspirando a tornar-se os Trumps, Bolsonaros ou Salvinis lusitanos. Até prova em contrário, estas imitações de baixa qualidade parecem condenadas ao fracasso. Isso não significa, porém, que o país esteja livre de populismos da mesma espécie. Os riscos, porém, vêm de outras paragens, a mais óbvia das quais já é antiga, mas perdura por boas e más razões - o populismo territorial.