Idade reforma sobe para 66 anos no público e no privado

Idade legal da reforam sobe de 65 para 66 anos de idade em janeiro de 2014, no público e no privado. Pensões antecipadas estão proibidas pela Segurança Social.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "o Governo quer subir a idade de reforma de 65 para 66 anos de idade já em janeiro de 2014, tanto no sector público como no privado. A intenção foi transmitida ontem aos sindicatos e patrões por Pedro Mota Soares, o ministro que tem a tutela da Segurança Social, através de uma proposta que também afecta a CGA, mas que ainda vai ser negociada. Até agora, a idade legal de reforma esteve sempre nos 65 anos. O factor de sustentabilidade, que calcula a relação entre o valor da pensão e o aumento da esperança média de vida, ditava qual era a idade de reforma completa, sem penalização. Quem se reformar este ano, por exemplo, ou trabalha até aos 65 anos e cinco meses ou, querendo sair aos 65 (a idade legal), sofre um corte de 4,78% na pensão".

Segundo o jornal, "em 2014, contudo, o Governo quer usar o factor de sustentabilidade para forçar uma subida da idade legal: em vez de ditar a idade de acesso à pensão sem penalização, dita a idade legal de acesso à pensão. Para os trabalhadores do sector privado isto segnifica trabalhar mais tempo, efectivamente".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG