Hospital da Guarda deixa cadáveres na enfermaria

Quem morrer no hospital da Guarda a partir das 20 horas fica na enfermaria até de manhã. Com os vivos. Os motoristas que levavam os cadáveres deixaram de receber horas extra, conta o "Jornal de Notícias" na sua edição de hoje.

A situação insólita, resultante de uma decisão tomada pela Unidade Local de Saúde da Guarda, foi comunicada aos seis motoristas há cerca de dois meses. Desde então, estes profissionais deixaram de receber os suplementos nos turnos até aí auferidos.

Segundo o Jornal de Noticias, a medida terá sido justificada com a necessidade de reduzir custos e terá um impacto nas contas de algumas centenas de euros mensais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG