Há cada vez mais medicamentos esgotados nas farmácias

Líder da distribuição em Portugal não tem 1383 medicamentos e a culpa é apontada à exportação paralela.

O "jornal i" escreve que cada vez é mais comum não se conseguir aviar à primeira vez as receitas que se trazem do médico. Nas farmácias contactadas pelo jornal, a crescente falta de medicamentos afecta até um quinto das receitas diárias. Chegam a passar semanas até receberem os medicamentos, depois de muitas horas ao telefone e corridas às poucas embalagens que vão aparecendo. A crescente exportação paralela, ao ponto de estarem a ir para o estrangeiro medicamentos que fazem falta no país, é a explicação mais provável para os agentes do sector ouvidos pelo jornal.

Só esta semana estão em falta medicamentos para Alzheimer, colesterol, asma, antidepressivos ou mesmo aspirina. No líder de distribuição de medicamentos em Portugal há 1383 medicamentos esgotados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG