Governo saca mais 38% de IRS a cada trabalhador

A receita do IRS até maio disparou 30% em comparação com o ano passado. Foram mais mil milhões de euros, apesar de o país ter hoje menos 230 mil pessoas com emprego do que em 2012.

O "jornal i" escreve hoje que "a paixão pela austeridade e o desejo de ir "além da troika" alimentado pelo Governo intensificou a recessão de tal forma que as receitas fiscais entraram em colapso, obrigando o executivo a mudar de estratégia e a concentrar as baterias no IRS - imposto que, ao contrário dos outros, é quase impossível de evitar. O resultado deste cerco ao IRS pode ser agora avalidado com mais profundidade: Vítor Gaspar, Passos Coelho e Paulo Portas estão este ano a lucrar mais 37,4% com cada trabalhador em Portugal que em 2012, valor que explode até aos 62,2% se compararmos com 2011".

"Segundo os últimos dados da execução orçamental da Direção-Geral do Orçamento, a receita de IRS disparou 30,6% entre janeiro e maio deste ano - de 3,31 mil milhões de euros para 4,51 mil milhões de euros - , culpa do "enorme aumento de impostos". Se considerarmos que os últimos números oficiais apontam para a existência de 4,43 milhões de pessoas com emprego no país, a receita média do IRS por trabalhador equivaleu a 981,5 euros, mais 37,4% que em 2012",

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG